Notícias

Fundação Renascer – Nota de Esclarecimento: visita CNJ

Nos últimos dois anos, a Fundação Renascer, com o apoio da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides), tem se empenhado em mudar o paradigma da política de atendimento socioeducativo em Sergipe e investe firmemente na implementação de ações que visam garantir o ensino formal e profissionalizante nas unidades de internação masculina e feminina. Através de um convênio firmado com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), os adolescentes participam de cursos de gesseiro, textura em parede, pintura, instalador hidráulico e elétrico, pedreiro, informática, serigrafia e pintura em tecido, culinária tradicional, doces e salgados, bolos e tortas, que são ministrados nas unidades. Além disso, a instituição tem se preocupado em oferecer oportunidades aos jovens desligados...

Continue lendo

Fundação Renascer investe na profissionalização de adolescentes em risco social

[caption id="attachment_14405" align="alignnone" width="583" caption="Curso de textura em parede no Cenam (foto: Ascom/Renascer)"][/caption] Matéria do jornal Cinform, 23/07 Além de ser o primeiro passo para o ingresso no mercado de trabalho, a profissionalização é um meio fundamental no processo de ressocialização e reinserção do jovem na sociedade. Pensando nisso, a Fundação Renascer, através de um convênio firmado com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), tem se empenhado em oferecer cursos nas mais variadas áreas aos assistidos das unidades protetivas e socioeducativas. Diante da possibilidade de dar uma guinada na vida e de olho em um futuro promissor, os adolescentes têm correspondido às expectativas e se empenhado em aprender. “É sempre bom participar de cursos. Antes não tinha essa...

Continue lendo

Cenam – socioeducação e responsabilidade com nossos adolescentes

Por Antônia Menezes* No artigo veiculado neste mesmo caderno** sob o título "Um presídio Chamado CENAM", a pedagoga Rosa Cristina Leite Ettinger desmereceu as ações desenvolvidas pelo Centro de Atendimento ao Menor (CENAM), desferindo acusações à Política de Atendimento à Criança e ao Adolescente, ao Governo do Estado, a todos os órgãos que integram o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo e a própria sociedade. O artigo demonstra o total desconhecimento, por parte da pedagoga, da situação de conflito em que se encontram crianças e adolescentes não só em Sergipe, mas também no Brasil e no mundo. Faço, inclusive, um convite à pedagoga para que vá conhecer pessoalmente o trabalho realizado por todos os que compõem a Fundação Renascer não apenas no CENAM, mas em qualquer uma de nossas oito u...

Continue lendo

Trabalho da Fundação Renascer promove o resgate da cidadania

[caption id="attachment_14350" align="alignnone" width="630" caption="Jovens egressos da Fundação Renascer fazem curso de auxiliar administrativo no Senac. (foto: Ascom/Renascer)."][/caption] Renovar, ressurgir, voltar à vida! Esse é o significado da palavra Renascer. Em um estado que tem a criança e o adolescente como prioridades absolutas do Governo, Renascer significa bem mais.  Em Sergipe, a Fundação Renascer trabalha para dar amparo preventivo, protetivo e socioeducativo a jovens em situação de risco. Um trabalho que acolhe no presente para ajudar a construir o futuro que não é apenas deles, mas de todos nós. Dentro dessa premissa, a Fundação Renascer possui Unidades de Medidas Socioeducativas que vem mudando positivamente a vida de muitos adolescentes ao assegurar as condições necessárias ao seu desenvolvime...

Continue lendo

Outra versão sobre as visitas íntimas no Cenam

A Fundação Renascer, através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides), vem ao blog esclarecer o funcionamento das visitas íntimas no Centro de Atendimento ao Menor (Cenam). O Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) orienta que os adolescentes que estão em unidades de privação de liberdade possam receber visitas íntimas. A sexualidade é vista como um direito e por isso deve ser respeitada, mesmo quando se está cumprindo medida em meio fechado. O Cenam, unidade da Fundação Renascer, segue estas orientações. Mas, segundo o seu diretor, Wigner Mota, leva em consideração alguns critérios próprios. "O interno deve ter 18 anos completos ou ser emancipado juridicamente. Também tem direito a vsita intima os que são casados legalmente ou em regime de união estável"...

Continue lendo