Professores: a verdade sobre o impasse com o Sintese

Nos últimos quatro anos, os professores tiveram ganhos bem acima da inflação. O Governo recuperou as perdas de governos anteriores e ofereceu ainda melhores condições para os professores. Além disso, Sergipe foi o primeiro Estado do Nordeste a pagar o Piso Nacional do Magistério aos seus professores, colocando-os entre os mais bem pagos do país.

O resultado dessa política consistente de valorização do professor pode ser vista no slide abaixo, que mostra como professores chegaram a ter aumentos de mais de 300% nesses últimos anos.

[swf src="http://e-sergipe.com/wp-content/2011/05/evolucaoSalarialProfessores1.swf" width=552 height=351]

O mais importante, no entanto, é que tudo isso foi conquistado através do diálogo, do respeito aos interesses e possibilidades do Governo e dos professores. Reconhecendo a importância desse diálogo entre movimentos sociais e poder público, um compromisso estabelecido desde o início, o Governo criou a Subsecretaria de Articulação com os Movimentos Sindicais, comandada pelo secretário Chico Buchinho.

Agora o Governo está tentando ampliar ainda mais os direitos e vantagens dos professores, atendendo às suas reivindicações e pagando o novo reajuste do Piso Nacional do Magistério.

Por causa das dificuldades financeiras que o Estado vem enfrentando – como de resto todos os Estados do país –, em decorrência da crise econômica que desde 2008 assola o mundo inteiro, o Governo estabeleceu também um calendário de pagamento do reajuste.

O Governo propôs o pagamento integral do reajuste de 15,86% para todos os professores. Para o nível I, o pagamento do reajuste seria integral já a partir da folha do mês de maio, e o retroativo acumulado de janeiro a abril também seria pago integralmente. Para os demais níveis (do II ao V), seria pago 5,7% em maio, e mais 10,16% a partir do mês de setembro. Ainda para os níveis de II a V, o pagamento do retroativo da revisão do piso de janeiro a abril de 2011 seria honrado a partir de janeiro de 2012, em 12 parcelas. Como se vê, uma proposta que atendia o reajuste reivindicado pelo sindicato, corrigia o piso e preservava a carreira do magistério.

A proposta do Governo ia ainda mais além. Incluía também a reabertura da discussão, com o magistério, sobre a gestão democrática para eleição dos diretores de escolas, para que seja elaborado um projeto de lei a ser remetido na reabertura dos trabalhos legislativos no segundo semestre de 2011.

[swf src="http://e-sergipe.com/wp-content/2011/05/PropostaDoGovernoDeSergipeDoSintese.swf" width=552 height=351]

O mais importante é que, pela proposta do Governo, nenhum professor sofrerá qualquer tipo de perda, e terá respeitados todos os seus direitos. O Governo quer pagar, integralmente, o reajuste do Piso. A elaboração do calendário de pagamento é a forma encontrada para cumprir esse compromisso assumido com todos os professores, adequando-o às possibilidades da Fazenda estadual.

No entanto, o Sintese rejeitou sumariamente a proposta, sem maiores considerações, recusando o diálogo e demonstrando não ter intenção de chegar a um acordo. Em vez disso, está realizando uma campanha insidiosa não apenas contra o Governo, mas também contra a pessoa do Governador Marcelo Déda, procurando o conflito.

O Governo, no entanto, quer continuar o diálogo. Está enviando à Assembleia uma nova proposta, garantindo o reajuste inicial para o grupo I, ao mesmo tempo em que mantém abertos os canais de negociação. Porque não basta falar ou bater pé: é preciso conversar, entender as necessidades e as possibilidades de cada um.

O impasse causado pela recusa do Sintese em dialogar já está deixando milhares de alunos da rede pública estadual sem aula neste momento. E é justamente isso que o Governo está tentando evitar: o grande prejuízo à sociedade que atitudes como como essa podem causar.

O nome disso é compromisso com Sergipe.

Curtiu? compartilhe
  • Twitter
  • Facebook
  • Orkut
  • del.icio.us

2 Comentários em “Professores: a verdade sobre o impasse com o Sintese”

  1. Magaly Melo Says:

    Compromisso com Sergipe? Campanha insidiosa? Sinto muito Marcelo Déda, vossa senhoria está desafiando a inteligência do povo sergipano? O que queremos é de direito, apenas faça seu papel enquanto gestor, os anos como governador estão passando e sua imagem política está mais do que desgastada frente a opinião pública. O povo não é massa de manobra para cair em suas explicações ludibriosas. Honre suas palavras e seu compromisso com a educação e corriga o nosso piso. Não temos intenção alguma de prejudicar e nem muito menos enganar os nossos alunos e seus pais, e eles sabem disso. E dinheiro com certeza não é problema, o que falta ao seu governo e aos demais governos do Brasil é de fato, priorizar a educação que até agora só tem ganhado paliativos.

  2. Rafael Says:

    Magaly,

    Do jeito que você fala, parece que o Governo Déda tem tido um histórico de confrontos com os professores e negação de seus direitos.

    Eu vi a tabela de reajustes dos professores nos últimos quatro anos. Acho que nenhum governo teve uma política de valorização e recuperação salarial tão consistente quanto a de Déda.

    O Piso do Magistério é um direito do professor, e ninguém nega isso. Aliás, se você já esqueceu, o Governo já paga – o que está se discutindo agora é o reajuste.

    Além disso, não me parece que em nenhum momento o Governo tenha se recusado a pagar o reajuste para todos os professores. Pelo contrário: o que pediu foi, simplesmente, condições para integralizá-lo. Pela proposta enviada ao Sintese, os professores não sofreriam nenhuma perda.

    Não é caso que, cá entre nós, justifique tamanha agressividade do Sintese, muito menos a sua recusa peremptória em aceitar o diálogo.

    O Governo pelo visto está aberto ao diálogo. É a recusa do Sintese em aceitar compromissos, em tentar chegar, junto com o Governo, a uma solução que atenda aos interesses dos professores e às possibilidades do Estado que estão, sim, prejudicando os alunos. Tendo ou não intenção.

Deixe um Comentário



Videos relacionados

Galerias relacionados


Fatal error: Call to undefined method WP_Error::get_items() in /var/www/esergipe/site/wp-content/themes/twentyten/single.php on line 182