Negócios

A maioria dos empreendedores técnicos se concentra na construção de um produto inovador, mas esquece que uma solução elegante não se traduz automaticamente em um negócio de sucesso. As empresas precisam de um modelo de negócios igualmente elegante, com o canal certo de preços, mensagens e entrega para os clientes-alvo certos, para manter o sonho vivo e em crescimento.

Definir o modelo de negócios certo requer a mesma diligência que projetar o produto certo, mas a abordagem e as habilidades exigidas são diferentes. É por isso que os investidores reconhecem que dois co-fundadores geralmente são melhores que um – com um com foco na solução técnica, e o outro com foco na definição e construção do modelo de negócios. Esses dois trabalhos precisam ser feitos em paralelo.

Essa abordagem de dupla liderança teria evitado a frustração que senti em uma startup há alguns anos, em que os clientes beta adoravam nossa solução de software como um protótipo gratuito, mas não pudemos vendê-la nos primeiros meses por um preço que parecia razoável todo o nosso trabalho e inovação. O fundador simplesmente não fez o trabalho para validar um preço e um segmento de clientes.

Na comunidade de investimentos, esse trabalho é chamado de comprovação do modelo de negócios. Começa com a validação de uma oportunidade de negócio (um grande segmento de clientes disposto a pagar para resolver um problema real), da mesma maneira que sua prova de conceito ou protótipo válida sua solução técnica.